William Gore Ouseley (1797-1866)

 

Foi um artista e diplomata britânico. Serviu em Washington, D.C., Rio de Janeiro e Buenos Aires, entre outras cidades. Escreveu vários textos e livros na área diplomática e pintou várias paisagens, inclusive do Brasil.

Sir William Gore Ouseley nasceu em Londres, em 1797, filho de Sir William Ouseley, um orientalista. Trabalhou como diplomata nos EUA, de 1825 a 1832, onde se casou com Marcia Van Ness, filha do governador de Vermont. Foi transferido para o Rio de Janeiro, em 1833, onde trabalhou como secretário comercial britânico e depois como ministro especial.

 

 

Esteve na Bahia, em 1835, onde fez algumas aquarelas, incluindo a do Porto da Gamboa, Ladeira da Barra e da antiga Capela de São Gonçalo. Essas litografias foram publicadas, em 1852, no livro Views in South America from original drawings made in Brazil, the River Plate and Parana, de W. G. Ouseley. Nesse livro, Ouseley faz alguns comentários sobre Salvador.

Ouseley deixou o Brasil em 1841 e passou a trabalhar em outras missões na América. Aposentou-se em 1860 e morreu em Londres, em 1866.

 

O Cemitério Inglês, na Ladeira da Barra, com vista para a Baía de Todos os Santos, em aquarela de Ouseley.

 

Porto da Gamboa

 

◄ História da Bahia

 

Capela de São Gonçalo, no Rio Vermelho, representada por Ouseley.

 

Praia do Farol

 

Farol Barra

 

 

Cemiterio Inglês

 

W. Gore Ouseley, auto-retrato.

 

Capela São Gonçalo

 

Gore Ouseley

 

Copyright © Guia Geográfico - História da Bahia, Biografias

 

Historia da Bahia